Tag do artigo: Passeios na Argentina

Passeios na Argentina: Qual escolher?

Visitar Puerto Iguazú, na Argentina, está no roteiro de todo o turista que visita Foz do Iguaçu. A pequena cidade que faz fronteira com Foz do Iguaçu é bem gostosa de conhecer, além de proporcionar bons vinhos, uma gastronomia de primeira e oferecer um dos melhores Duty Frees do mundos.

Se você ainda não conhece muito de Puerto Iguazú, pode dar uma olhadinha neste post que a Thallen preparou:

7 MOTIVOS PARA SE HOSPEDAR EM PUERTO IGUAZÚ

A Loumar Turismo oferece basicamente 4 passeios regulares para Puerto Iguazú. Eles são:

Com tantas opções, como escolher o que se adequa ao seu perfil? Confira as diferenças entre os passeios:

CITY TOUR PUERTO IGUAZÚ
Este é um passeio guiado a bordo do exclusivo red bus, operado pela empresa Iguassu City Tour, que é especialista em passeios guiados na região das 3 fronteiras. O tour começa na Av. Brasil (em frente ao Hotel Bogari) às 16h (Horário de verão: 17h). Percorre pontos de interesse em Puerto Iguazú como a Ponte Tancredo Neves, La Aripuca, Avenida Victoria Aguirre, Marco das 3 Fronteiras e ainda conta com uma parada no centro comercial, onde você poderá conhecer as 7 bocas (cruzamento de 7 ruas) para jantar ou dar um pulo breve na feirinha.
O City Tour Puerto Iguazú é um passeio mais contemplativo, histórico, curioso e que ainda te dá opção de compras.

Foto: Luis Poletti

Foto: Luis Poletti

CIRCUITO IGUAZÚ
O Circuito Iguazú é um passeio operado pela Loumar Turismo, por isso a saída acontece do seu hotel, basta verificar no voucher de compra. O horário de saída base da central da Loumar é às 18h30.
No valor do passeio estão inclusos o transporte + degustação de vinhos (domingo não acontece) + visita ao museu sobre as reduções jesuíticas + jantar (Menu em 3 passos) + entrada no Ice Bar.
É um passeio super indicado para casais e jovens que querem aproveitar um pouco da noite argentina, como o open bar de 30 minutos no Ice Bar.

Uma gostosa degustação de vinhos lhe espera no Circuito Iguazú | Foto: Garon Piceli

Uma gostosa degustação de vinhos lhe espera no Circuito Iguazú | Foto: Garon Piceli

TRANSPORTE PARA O DUTY FREE
Esse transporte inclui apenas leva + traz (saindo do seu hotel) para o melhor Duty Free do mundo.
A saída acontece às 17h30 (horário central – confirme o horário de saída do seu hotel) e o retorno é por volta das 21h. Valor: R$ 30 por pessoa.

No Duty Free em Puerto Iguazú você encontrará as melhoras marcas do mundo | Foto: Divulgação

No Duty Free em Puerto Iguazú você encontrará as melhoras marcas do mundo | Foto: Divulgação

TRANSPORTE PARA COMPRAS NA FEIRINHA
Também com saída do seu hotel por volta das 17h30 e retorno às 23h. Clientes que já possuem o Transflix pagam apenas R$ 35. Clientes sem Transflix pagam R$ 65.

Se encaixou em algum perfil de passeio para a Argentina? Você pode reservar através de nossos canais de comunicação:

☎️ (45) 3521-4000
📱 (45) 9 9133-3722
💬 www.m.me/loumartur

Além dos passeios regulares, oferecemos também transportes privativos para Puerto Iguazú, para que a sua experiência seja ainda mais perfeita. Se você estiver com um grupo grande, pode alugar uma van e decidir o seu horário para ir e para retornar. Que tal?

canal-youtube-loumar

Ruínas de San Ignacio Mini: O que esperar?

Na segunda-feira, um pequeno grupo de Loumarianos foi desbravar o interior da Argentina. Esta que vos fala estava entre os aventureiros.

Fomos até as Ruínas de San Ignacio Mini, a pouco mais de 250 km de Foz do Iguaçu, indo para o sul de Misiones, o estado argentino que faz fronteira com o Brasil.

ruinas_jesuiticas_loumarturismo

Ruínas Jesuíticas San Ignacio Mini / Foto: Rafael Guimarães

A primeira coisa que você precisa saber sobre esse passeio é a respeito dos documentos:

Para ir até Puerto Iguazú, você pode cruzar a fronteira com a CNH. Porém, como vamos além, você vai precisar do RG ou do Passaporte. E somente esses documentos são aceitos no caso dessa viagem, além do Permiso, feito e retirado na hora, na própria Aduana Argentina. Lembrando também que, se utilizar o passaporte, terá que carimbar a saída e entrada nas aduanas brasileira e argentina.

A viagem é feita em uma van da empresa Cuenca, parceira da Loumar Turismo na Argentina, e a primeira parada é na cidade de Wanda, onde pudemos conhecer as Minas de pedras preciosas.

Minas_Wanda_loumarturismo

Começo do passeio das Minas de Wanda: conhecendo onde as pedras preciosas estão escondidas! / Foto: Rafael Guimarães

Esse passeio dura cerca de uma hora. E aí vem a segunda dica:

Leve o se dinheiro em pesos argentinos! O ingresso para as minas já está incluso no passeio às Ruínas, porém, para comprar algo para comer ou beber por lá, é melhor já levar na moeda vizinha.

De Wanda até San Ignacio, são (mais ou menos) 2h30 de viagem. O trecho é bonito, com vista para rios pelo caminho. Conforme vamos chegando perto do nosso destino, notamos a mudança nas construções das cidadelas. A parte sul de Misiones é a porção rica do estado, colonizada por suíços e podemos ver a influência dos europeus nas casas.

SAN IGNACIO

É engraçado quando chegamos a cidade de San Ignacio, porque parece não haver nada por lá. Antes de ir às Ruínas, almoçamos um tradicional e delicioso bife de chorizo (mais uma vez: leve pesos! A refeição não está inclusa no passeio).

O passeio das Ruínas começa no Museu, onde ainda há peças da época dos Jesuítas e uma maquete de como era a comunidade. Em seguida, um guia lidera o grupo para ir ver e conhecer o que restou da história jesuítica na cidade (de aproximadamente 5 mil habitante).

ruinas_jesuiticas_loumarturismo2

Museu das Missões Jesuíticas em San Ignacio. O acervo, por equanto, está um um outro ambiente, até o Museu ser totalmente revitalizado / Foto: Rafael Guimarães

A pequena trilha já mostra, ao fundo, um grande campo com o restante da Igreja – e já impressiona. Mas, as primeiras explicações são sobre as casas dos guaranis, como viviam e se organizavam na comunidade. Curiosidades interessantes dos anos 1700.

ruinas_jesuiticas_loumarturismo4

As antigas casas, muros e demais construções, hoje, estão cercadas por árvores. Uma delas, essa que aparece em destaque na imagem, cresceu ao redor de uma coluna, como se estivesse a engolindo aos pouco / Foto: Rafael Guimarães

Conforme vamos nos aproximando da igreja, vamos nos tornando pequenos e imaginando como eles conseguiam construir aqueles monumentos sem a tecnologia de hoje.

ruinas_jesuiticas_loumarturismo3 (2)

O que restou da igreja é a ruína mais impressionante e emblemática do passeio / Foto: Rafael Guimarães

Dica: Leve chapéu/boné, água, protetor solar e repelente, além de calçados e roupas confortáveis, já que o passeio é realizado a pé. Por esse mesmo motivo, pessoas com mobilidade reduzida podem não aproveitar o passeio tão bem…

Foram cerca de 45 minutos numa viagem no tempo intrigante! Ficamos com a cabeça longe, tentando projetar como era tudo aquilo. Na época da construção, em 1696, o espaço tinha 18 hectares. Após a expulsão dos jesuítas, a comunidade ficou 130 abandonada. Com isso, muito se perdeu: relíquias e terreno. Hoje, as Ruínas estão em um espaço de 8 hectares.

ruinas_jesuiticas_loumarturismo5

Detalhe de uma das construções / Foto: Rafael Guimarães

Depois da excursão, pegamos a van de volta a Foz do Iguaçu, numa viagem de pouco mais de 3 horas de duração, passando novamente pelos rios, por um trecho do Parque Nacional Iguazú e de volta ao presente.

Reserve esse passeio agora mesmo com a Loumar Turismo

BANNE-DICAS