Tag do artigo: cadeira de roda em foz

Acessibilidade em Foz do Iguaçu

Decidi abordar este tema como texto aqui do blog depois que uma cliente fez um questionamento sobre acessibilidade no passeio de Compras no Paraguai, em um dos nossos grupos no Whatsapp. 

Parei e pensei o quanto pessoas com deficiência (PcD) e pessoas com mobilidade reduzida têm dificuldade na hora de encontrar informações sobre acessibilidade nos locais por onde planejam viajar. 

É importante dizer que para escrever esse texto, infelizmente não contei com alguma PcD para que pudesse me descrever com seu próprio olhar as dificuldades encontradas, ou não, nos locais apresentados da lista abaixo. Então, por ora, descreverei o que eu, como pessoa sem nenhuma necessidade, vejo sobre acessibilidade em Foz do Iguaçu e informações compartilhadas por nossos Especialistas em Foz

Provavelmente, você chegou até aqui depois de ter digitado no Google: “acessibilidade em Foz do Iguaçu”. E isso é muito bom, sabe por quê? Porque, até então, durante uma pesquisa na internet – para ter um embasamento maior na hora de trazer essas informações para vocês – fiquei extremamente triste por não encontrar boas informações que pudessem ser acrescentadas neste texto. E veja pelo lado bom: agora você tem este texto para te auxiliar. 

Então vamos lá! Vou tentar explicar do meu jeitinho como é a acessibilidade em Foz do Iguaçu.

ATRATIVOS

Cataratas do Iguaçu – lado brasileiro

O passeio inicia no ônibus que leva até as quedas, todos os ônibus no interior do parque são adaptados para cadeira de rodas. No primeiro ponto de parada, em frente ao Hotel Belmond, você seguirá por uma rampa até acessar o antigo heliponto, tendo uma visão panorâmica. Essa não será a sua parada principal, devendo assim retornar ao ponto para pegar outro ônibus e descer na próxima estação, chamada de Espaço Naipi. Após a descida pelas rampas, você chegará em um mirante acima das quedas. Este local possui dois elevadores que te levam para a parte inferior, onde há um mirante e, também, as passarelas acima do rio que levam para contemplar a Garganta do Diabo. Para ir até o ponto de parada do ônibus de retorno (Espaço Porto Canoas), você deverá  retornar pelo mesmo caminho e usar o elevador novamente. Do Espaço Naipi até o Porto Canoas não é uma longa distância. No local há um restaurante com o mesmo nome e também banheiros acessíveis.  

Atenção! Algumas rampas são longas e íngremes, você pode precisar de auxílio se não tiver muita habilidade com a cadeira de rodas. 

Adicional: Um dos passeios mais conhecidos dentro do Parque Nacional, o Macuco Safari, é adaptado para PcD. Com rampas e elevadores, o turista é levado até o barco em segurança. 

 

Cataratas do Iguaçu – lado argentino

O lado argentino possui 3 trilhas. Uma delas, a inferior, não é adaptada, pois é formada por muitas escadas. As demais, estão liberadas para acesso de PcD, pois são trilhas planas. Lembrando que a passarela principal possui 3 km ida e volta, sendo aconselhável seguir com auxílio, devido sua longa extensão. Ao menos que você possua um ótimo condicionamento físico para empurrar a cadeira sozinho. Ah, o mesmo vale para a passarela superior. Vale enfatizar também, que o parque fornece uma cadeira especial para maior segurança do cadeirante, pois as trilhas são suspensas, de ferro e vazadas, então uma cadeira normal pode ter um pouquinho mais de dificuldade. Mas, a escolha fica a critério da PcD, pois não é obrigatório a utilização da cadeira fornecida pelo parque. 

 

Parque das Aves

Todo o passeio é feito por trilhas, porém as mesmas são planas e estruturadas. Tanto papais com carrinhos de bebê, quanto cadeirantes, tem total acessibilidade. Há muitas placas de sinalizações e pontos de acessibilidade para PcD. Não há subidas íngremes, exceto no viveiro das aves de rios e mangues, lá você precisará de auxílio para subir na passarela elevada.

 

 

Itaipu

Itaipu é um exemplo a ser seguido quando falamos em acessibilidade. Talvez esse seja o ponto turístico mais bem estruturado quando falamos deste assunto. Há vagas de estacionamento específicas, guichês rebaixados, rampas e elevadores de acesso por todos os lados, bebedouro rebaixado, vagas reservadas no mirante central, ingresso com desconto, e outros. Itaipu respira acessibilidade. 

 

Adicional: Itaipu tem uma variedade de passeios internos e outros que fazem parte da Itaipu, mas que ficam em outro local, como o Refúgio Biológico Bela Vista e o Ecomuseu. No Refúgio Biológico, há acessibilidade na trilha e também no percurso com a carretinha que é possível ser realizado por PcD, por dispor de espaço para fixação da cadeira de rodas. O Ecomuseu também é todo adaptado e acessível. 

https://www.instagram.com/p/Bn_QIt4htY-/?utm_source=ig_web_options_share_sheet

 

Skydive

A Skydive é uma escola de paraquedismo de Foz do Iguaçu, completamente qualificada, que já fez saltos com PcD. Quem sabe essa seja a oportunidade de se aventurar em algo diferente, contemplando Foz do Iguaçu do alto. Vale a pena conversar com a equipe para ver a possibilidade do salto. 

https://www.instagram.com/p/BoIBD-YHYgG/?utm_source=ig_web_options_share_sheet

 

Marco das Três Fronteiras

Na entrada principal, há uma rampa de acesso ao local, que é um show de arquitetura. De fácil acesso, o Marco das Três Fronteiras tem seu terreno com poucos aclives e o cadeirante pode explorar o local por conta própria.

 

Mesquita Omar Ibn All-Khattab

A mesquita é um símbolo da religião muçulmana e possui uma arquitetura suntuosa. O acesso para cadeirantes é feito através de rampas na lateral do local. Ao chegar na mesquita solicite ao segurança da portaria, por onde é o acesso. 

https://www.instagram.com/p/Bx3AbwPhsIl/?utm_source=ig_web_copy_link

 

Complexo Dreamland

O complexo Dreamland comporta vários atrativos em um só: Maravilhas do Mundo, Museu de Cera, Vale dos Dinossauros e Dreams Ice Bar. Todos os passeios do Complexo são adaptados com rampas de acesso e banheiros. Apenas o atrativo Maravilhas do Mundo que fica em um segundo andar, não possui rampas de acesso, mas o cadeirante pode conhecer o local utilizando o elevador próprio para PcD. Caso haja pessoas com mobilidade reduzida ou que necessitem de cadeira de rodas, o Complexo também disponibiliza o acessório para o turista, assim como carrinho de bebê para os pais que estiverem com crianças e acharem mais cômodo utilizar.  

 

HOTÉIS

 

 

Hotel Bella Itália

O hotel é ótimo e bem localizado. Todo envolto pela cultura italiana, o hotel possui acessibilidade, quartos bem adaptados e banheiro grande com barras de apoio e cadeira de banho.  

 

Ibis Budget

O Ibis Budget é conhecido pela proposta urbana e econômica. Mas se engana quem pensa que por isso o hotel não tem acessibilidade. O Ibis Budget, próximo ao Cataratas JL Shopping, possui pouco mais que 10 (dez) apartamentos adaptados, garantindo a acessibilidade, principalmente em alta temporada.

 

Hotel Bogari

Localizado no início da Avenida Brasil, umas das principais avenidas da cidade. O Hotel Bogari é 100% acessível para cadeirantes, recepção, restaurante, área de café da manhã e outros. Possui 6 (seis) apartamentos adaptados com portas largas e banheiros com barras de apoio. Conhecido pelo seu ótimo café da manhã, limpeza e cordialidade no atendimento, esse é um hotel muito qualificado. 

 

 

Rafain Centro

O Hotel Rafain Centro é um dos mais conhecidos de Foz do Iguaçu. Bem localizado, em região central e próximo a mercados, restaurantes e farmácias, o hotel também possui quartos adaptados e pode ser uma boa opção. 

 

TRANSPORTE

 

É claro que nós, da Loumar Turismo, não poderíamos estar fora da lista. Nos importamos com a acessibilidade e, por isso, a Loumar Turismo tem van adaptada para PcD sim! Nossa van permite que o cadeirante embarque junto com os demais passageiros, fazendo com que ele possa interagir com o grupo e acompanhar a explicação do guia durante o trajeto, como todos os outros integrantes. 

 

Para finalizar e te tranquilizar, eu digo quem em 2016, o Ministério do Turismo informou que Foz do Iguaçu é um dos destinos mais acessíveis. Na notícia divulgada pelo Clickfoz, o ministério apontou Foz do Iguaçu dentre uma lista de 5 cidades consideradas boas para turistas com alguma deficiência. 

Bom, é isso. Eu espero que esse texto tenha te ajudado de alguma forma e que você tenha uma experiência incrível em Foz do Iguaçu. Que a cidade supere suas expectativas e que te atenda da melhor forma possível, como todos devem ser tratados. Para você, uma ótima viagem. Te esperamos em Foz do Iguaçu!

P.S: Quer dicas sobre tudo em Foz do Iguaçu? Então dá uma olhadinha no nosso Canal do Youtube. Postamos por lá, semanalmente, vídeos de temas variados que podem te auxiliar em algum momento. ❤