Tag do artigo: acessibilidade em foz do iguaçu

Acessibilidade em Foz do Iguaçu

Decidi abordar este tema como texto aqui do blog depois que uma cliente fez um questionamento sobre acessibilidade no passeio de Compras no Paraguai, em um dos nossos grupos no Whatsapp. 

Parei e pensei o quanto pessoas com deficiência (PcD) e pessoas com mobilidade reduzida têm dificuldade na hora de encontrar informações sobre acessibilidade nos locais por onde planejam viajar. 

É importante dizer que para escrever esse texto, infelizmente não contei com alguma PcD para que pudesse me descrever com seu próprio olhar as dificuldades encontradas, ou não, nos locais apresentados da lista abaixo. Então, por ora, descreverei o que eu, como pessoa sem nenhuma necessidade, vejo sobre acessibilidade em Foz do Iguaçu e informações compartilhadas por nossos Especialistas em Foz

Provavelmente, você chegou até aqui depois de ter digitado no Google: “acessibilidade em Foz do Iguaçu”. E isso é muito bom, sabe por quê? Porque, até então, durante uma pesquisa na internet – para ter um embasamento maior na hora de trazer essas informações para vocês – fiquei extremamente triste por não encontrar boas informações que pudessem ser acrescentadas neste texto. E veja pelo lado bom: agora você tem este texto para te auxiliar. 

Então vamos lá! Vou tentar explicar do meu jeitinho como é a acessibilidade em Foz do Iguaçu.

ATRATIVOS

 

Cataratas do Iguaçu – lado brasileiro

O passeio inicia no ônibus que leva até as quedas, todos os ônibus no interior do parque são adaptados para cadeira de rodas. No primeiro ponto de parada, em frente ao Hotel Belmond, você seguirá por uma rampa até acessar o antigo heliponto, tendo uma visão panorâmica. Essa não será a sua parada principal, devendo assim retornar ao ponto para pegar outro ônibus e descer na próxima estação, chamada de Espaço Naipi. Após a descida pelas rampas, você chegará em um mirante acima das quedas. Este local possui dois elevadores que te levam para a parte inferior, onde há um mirante e, também, as passarelas acima do rio que levam para contemplar a Garganta do Diabo. Para ir até o ponto de parada do ônibus de retorno (Espaço Porto Canoas), você deverá  retornar pelo mesmo caminho e usar o elevador novamente. Do Espaço Naipi até o Porto Canoas não é uma longa distância. No local há um restaurante com o mesmo nome e também banheiros acessíveis.  

Atenção! Algumas rampas são longas e íngremes, você pode precisar de auxílio se não tiver muita habilidade com a cadeira de rodas. 

Adicional: Um dos passeios mais conhecidos dentro do Parque Nacional, o Macuco Safari, é adaptado para PcD. Com rampas e elevadores, o turista é levado até o barco em segurança.