Autor do artigo: Garon Piceli

Aberto ou Fechado? Como anda Foz do Iguaçu na Retomada do Turismo

Lá se vão mais de 4 meses de quarentena causada pela pandemia do Covid-19, e nesses últimos meses, atrativos e destinos turísticos no Brasil viveram uma sequência interminável de “Tá aberto!” e “Tá fechado!”.

Tá certo, a vontade de voltar a receber turistas fez com que muitas cidades, incluindo a nossa, fizessem um esforço hercúleo para derrubar a curva de contágio, mas ela é mais persistente do que nós imaginávamos.

Agora, porém, finalmente estamos alcançando uma curva decrescente e a cidade se sente segura para dizer que podemos começar a receber (cumprindo todos os inúmeros protocolos sanitários, claro) os turistas brasileiros.

Esta semana, inclusive, tivemos a boa notícia de que o governo do Paraguai, que durante todo esse período se mostrou avesso à abertura de fronteiras, finalmente sinalizou a intenção de implantar uma re-abertura controlada, inicialmente apenas para moradores locais e, posteriormente, para turistas de todo o país. De acordo com as últimas notícias, vindas do lado de lá da ponte, essa implantação deve começar já em setembro.

Do lado de cá, vamos bem, e se você está preocupado, com viagem marcada para Foz do Iguaçu, querendo saber o que está aberto e o que está fechado, veja abaixo uma lista com os principais atrativos de Foz do Iguaçu e sua atual situação. Salve essa postagem nos seus favoritos pois estaremos atualizando essa lista sempre que o status de algum dos atrativos mudar. Leia mais

Cataratas do Iguaçu: Melhor pelo Brasil ou pela Argentina?

Você conhece as Cataratas do Iguaçu? Claro! E se você está buscando uma boa opção de turismo com muitas opções de passeios ao ar livre e contato com a natureza mas não abre mão da comodidade e da estrutura de hospedagem que as grandes cidades podem oferecer, seu destino é Foz do Iguaçu…

Obviamente, se você chegou a esse texto, provavelmente já desconfiava que sim, Foz do Iguaçu é o próximo destino que você deve visitar. Entretanto, sempre há espaço para dúvidas, principalmente quando iniciamos uma pesquisa sobre as Cataratas do Iguaçu, uma das sete novas maravilhas da natureza, que pode ser acessada por Foz do Iguaçu, sendo inclusive um dos seus principais atrativos, mas que também pode ser acessada pela cidade de Puerto Iguazú, município da província de Misiones, na Argentina.

Cataratas do Iguaçu (vista do lado Brasileiro)

Existem duas Cataratas do Iguaçu? Uma no Brasil e outra na Argentina?
Não, a Cataratas é uma só, e se chama Cataratas do Iguaçu porque está no Rio Iguaçu, um dos rios que demarca a fronteira entre Brasil e Argentina desde outubro de 1898, quando uma comissão mista, formada de brasileiros e argentinos finalizou um tratado que foi assinado por Dionísio Cerqueira enquanto ministro das relações exteriores (1896-1898).

 

Vista aérea Cataratas do Iguaçu – Garganta do Diabo entre Brasil e Argentina

As Cataratas do Iguaçu é formada por cerca de 275 quedas (pode variar de acordo com a vazão média do rio) e está dentro do Parque Nacional do Iguaçu (pelo lado brasileiro) e Parque Nacional Iguazú (pelo lado argentino). Os parques sim, são dois, embora fáceis de se confundir, já que utilizam o mesmo nome.

Pelo lado brasileiro, o Parque Nacional do Iguaçu foi criado em 10 de janeiro de 1939, possui 185.262,5 hectares, está dentro dos municípios de Céu Azul, Foz do Iguaçu, Matelândia, São Miguel do Iguaçu e Serranópolis do Iguaçu e é administrado atualmente pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Pelo lado argentino, o Parque Nacional Iguazú foi criado em 8 de outubro de 1934, possui 67.620,00 hectares, está dentro da província de Misiones e é administrado pela Administración de Parques Nacionales.

Vantagens pelos dois lados das Cataratas do Iguaçu

Embora o parque brasileiro seja quase 3 vezes maior em extensão que o parque argentino, cerca de 80% das 275 quedas que formam as Cataratas do Iguaçu se encontram dentro do território argentino, ou seja, no Parque Nacional Iguazú.

Mas se você chegou a pensar que isso representa uma desvantagem para o lado brasileiro do parque, saiba que, justamente por conta da maioria das quedas estar do lado argentino, é que o lado brasileiro é considerado aquele que proporciona a melhor visão das quedas.

Em contrapartida à melhor visão das quedas, oferecida pelo lado brasileiro, o lado argentino oferece extremo contato com a natureza. Enquanto a trilha que leva ao mirante das Cataratas pelo lado brasileiro tem pouco mais de 1.250 metros, do lado argentino, o conjunto de trilhas que levam a diversos pontos de observação das quedas soma mais de 11.000 metros de extensão. 

Cataratas do Iguaçu (vista desde o lado Argentino)

No quesito acesso, o lado brasileiro leva vantagem novamente. A entrada do Parque Nacional do Iguaçu está localizado a cerca de 17km de centro de Foz do Iguaçu e a 5km do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu e não é necessário nenhum trâmite de imigração para chegar até lá.

Já a entrada do Parque Nacional Iguazú, se encontra a cerca de 7km do centro de Puerto Iguazú, porém, de Foz do Iguaçu até o parque, são cerca de 27km, e quem decide visitar o lado argentino terá que fazer os trâmites migratórios em pelo menos uma das alfândegas, ou, dependendo da nacionalidade e da idade, até mesmo nas duas.

Do lado brasileiro, o visitante conhece as trilhas de um ponto de vista diferente, vislumbrando-as de uma forma mais panorâmica, tendo a visão do todo. Do lado argentino, o visitante, hora caminha sobre as àguas, hora está caminhando lateralmente às quedas. 

A única forma de chegar até a Garganta do Diabo, uma das maiores e mais famosas quedas que compõem as Cataratas do Iguaçu, é pelo lado argentino. Pelo lado brasileiro, é possível apenas avistá-la. 

 

Entrada da trilha da Garganta do Diabo nas cataratas do lado Argentio

Qual dos dois lados das Cataratas do Iguaçu deve se visitar, afinal?

Podemos afirmar, com conhecimento de causa, que não há “lado melhor ou pior”. Ambos os parques oferecem experiências distintas que juntas, se complementam e formam uma experiência única.

Está com tempo sobrando e tem espaço em seu roteiro? Faça os dois lados!

Mas se você tiver mesmo que escolher apenas um, veja aquele que se encaixa melhor no seu roteiro.

Se você está com pouco tempo, e quer ter mais tempo para outros atrativos, a melhor opção para você é o lado brasileiro, conhecendo as Cataratas pelo Parque Nacional do Iguaçu.

Como as trilhas são bem menores, é possível conhecer as famosas quedas em pouco mais de 3 horas. Mas lembre-se, existem outras trilhas e passeios que podem ser feitos à partir do lado brasileiro. Entre elas, Trilha das Bananeiras, Trilha do Poço Preto e Macuco Safari.

O lado argentino é grande o suficiente para se cogitar dividir a visita, usando até dois dias para isso. Há sim a possibilidade de fazê-lo em apenas um dia, mas reserve o dia todo apenas para isso, já que entre deslocamento, trâmites aduaneiros e passeio, leva-se facilmente mais de 6 horas.

Ônibus que levam os turistas até as trilhas das Cataratas do Iguaçu lado Brasileiro

Seja lá qual lado escolher, tenha certeza que terá uma experiência única e inesquecível. Foz do Iguaçu oferece estrutura turística e opções para agradar todos os perfis de turistas, mas se você gosta de contato com a natureza, não deixe se separar um bom tempo para conhecer o Parque Nacional do Iguaçú e do Iguazú, e não esqueça também do Parque das Aves e do Aguaray Eco Esportes.

No próximo texto, a gente volta com mais dicas de passeios em meio a natureza. Se você tem amigos que também curtem esse tipo de passeio, não esqueça de compartilhar isso com ele. Até mais ;-)

Não conhece ainda o lado argentino das Cataratas? A Loumar Turismo, em parceria com os guias da Iguassu City Tour promoveu uma live com um Tour Virtual pelo lado argentino das Cataratas. Se você quer saber mais sobre o esse passeio, assista:

 

Para reservar esses e outros passeios em Foz converse com um dos Especialistas em Foz do Iguaçu.

 

Você sabe qual é o prato típico de Foz do Iguaçu?

Foz do Iguaçu possui uma população bastante miscigenada, que foi se formando ao longo dos anos devido a vários fatores da nossa fronteira, entre eles a construção de Itaipu e o comércio com o Paraguai – isso reflete na gastronomia consumida pelos iguaçuenses. 

Fato que atraiu muitos comerciantes de diversas etnias para nossa região. Pessoas de diferentes países e culturas que por aqui chegaram enriqueceram ainda mais nossa história em diversos aspectos. Toda essa diversidade trouxe para Foz do Iguaçu uma culinária bem diversificada. Então você se arrisca a dizer qual o prato típico de Foz do Iguaçu?

Por esse motivo é bem difícil chegar a uma conclusão a respeito de qual seria realmente o prato típico de Foz do Iguaçu, pois nossa cultura tem muitas influências, tanto da imigração dos alemães para o oeste do estado, da colônia japonesa no paraná, e também nossa proximidade com Paraguai e Argentina.

Tentando chegar a um consenso sobre o tema, no ano de 1996 foi lançado um concurso pela secretaria municipal de turismo de Foz do Iguaçu com o intuito de eleger o prato típico da cidade, no qual passaria pela avaliação de representantes da hotelaria e do Turismo local.

O prato eleito como vencedor foi o Pirá de Foz, um peixe do rio paraná o “Surubim”, acompanhado de Purê de Mandioca e arroz com espinafre.  “Pirá” significa peixe no idioma guarani, e superou  os mais de 60 concorrentes e se tornou-se o nosso prato típico. 

 

prato típico de Foz: Pirá de Foz

Pirá de Foz | foto: Uniamérica

Outras comidas típicas de Foz do Iguaçu


Apesar de ser gostoso e feito com ingredientes regionais, muitos moradores da cidade nunca o provaram, e não podemos dizer que tem uma forte ligação com a identidade da cidade. Poderíamos com certeza citar diversos pratos que são popularmente conhecidos e que poderiam facilmente ser considerados nosso prato típico.

Um deles é o Dourado Assado que por  muitos anos foi o peixe mais pescado no Rio Paraná, considerado o tigre do rio paraná é um peixe muito bonito e saboroso. Existia até uma competição por aqui chamada “Pesca ao Dourado” que fez muito sucesso, e muitos  restaurantes da cidade tinham o  peixe como seu carro chefe. Porém com a proibição da pesca ao dourado, devido estar entre as espécies ameaçadas de extinção, diminuiu os lugares onde encontrar esse maravilhoso prato da nossa culinária, mas continua na memória de muitos iguaçuenses que viveram essa época. 

Se você perguntar a qualquer morador de Foz se ele já comeu um shawarma a resposta da grande maioria será: Claro que sim! O shawarma é um lanche de carne ou frango servido no pão árabe, com salada e creme de alho. Foi introduzido pela comunidade árabe de Foz do Iguaçu e você encontra praticamente em qualquer esquina do centro da cidade, além dele existem diversos pratos da culinária árabe que também são maravilhosos.


Não teria como deixar de fora o autêntico churrasco, introduzido devido a migração gaúcha no oeste do Paraná, trouxe para a nossa região essa tradição e hoje temos diversas churrascarias que servem por aqui o autêntico churrasco gaúcho, e algumas até fazem fogo de chão, além dos Centros de Tradição Gaúcha (CTG) que contribuem ainda mais com nossa cultura e culinária.

A gastronomia de Foz do Iguaçu é tão diversificada que seria quase impossível escolher apenas um prato típico de Foz, isso que ainda nem comentamos da culinária japonesa que temos uma grande colônia, chinesa, coreana e italiana que também é muito presente em nossa cidade. Então quando viajar para Foz do Iguaçu, não deixe de provar essas delícias e nos ajude a eleger os sabores da fronteira. 

Essa e outras curiosidades sobre Foz do Iguaçu você pode descobrir no City Tour de Foz do Iguaçu.

6 MARAVILHAS DA GASTRONOMIA iguaçuense que você PRECISA experimentar

Pacotes para Foz do Iguaçu com hotel e aéreo a partir de R$ 499

Ei, se o que faltava pra você viajar para Foz do Iguaçu neste ano ou no ano que vem era uma #PROMO, agora não falta mais! Sabe por quê? A Loumar está com uma promoção incrível de pacotes para Foz (incluindo passagens aéreas + hotéis)

Os pacotes para Foz incluem:
✈️ Passagem aérea de ida + volta
🧳 Bagagem de 10kg
🏨 3 dias de hospedagem em hotel econômico
☕ Café da manhã

PRA VIAJAR PARA FOZ DO IGUAÇU AINDA ESTE ANO OU NO PRÓXIMO:

✈ São Paulo / FOZ – 12x de 41,59

✈ Rio de Janeiro  / FOZ – 12x de R$ 55,84

✈ Fortaleza / FOZ– 12x de R$ 85,84

*Valores por pessoa com taxas e bagagem de mão | Consulte valores para feriados.

Não encontrou a sua cidade na listinha ai, não tem problema chame nossos Especialistas em Foz e faça a sua cotação!

🏃🏻‍♂️MAS CORRA, POIS É ATÉ O DIA 31/07!

Confira os 9 momentos mais marcantes da Super Live da Grande Retomada

Até este domingo, 14/06, estamos oferecendo que vão até 70% de desconto em ingressos, atrativos, restaurantes, transportes para marcar a reabertura dos pontos turísticos de Foz do Iguaçu.

A Loumar Turismo está participando de um debate responsável sobre o turismo durante a pandemia. Como você pode ler neste artigo, reunimos os principais especialistas que colocaram suas pontuações sobre a nova realidade durante varias lives realizadas nos meses de março, abril e maio.

E para oferecer um entretenimento digital para nossos convidados, colocamos no ar nesta quinta-feira de manhã uma Super Live. Uma espécie de venda ao vivo dos atrativos com muita interação! Foram aproximadamente 3h de muito conteúdo sobre pontos turísticos de Foz do Iguaçu.

Separei aqui alguns momentos marcantes da nossa Super Live, confira:

1 – Iluminação da Barragem
Na noite de quarta-feira, 10/06, a Itaipu Binacional realizou uma live incrível com o cantor Gabriel Smaniotto. Durante o show as luzes da barragem foram acesas e o Kaka relembrou esse momento.

2 – Participação do Youtuber Luciano Math Tere
Direto de Teresópolis, no Rio de Janeiro, o Luciano do canal Math Tere participou logo no inicio da live falando um pouco sobre a retomada do turismo com a abertura do Parque Nacional do Iguaçu. Luciano recentemente chegou a 200 mil inscritos no canal.

3 – Túnel de descontaminação do Dreams Park Show
Mostramos com exclusividade como está funcionando o túnel de descontaminação de ozônio do complexo Dreams Park Show. Todos os turistas deverão passar por esse processo antes de entrar no atrativo.

4 – Churrasco na comunidade árabe
O Guia do Iguassu City Tour disse no começo da live que iria fazer a gente passar muita vontade, mas, nós pobres mortais, não saberíamos o que esperar… Durante a participação, o André Luiz mostrou a mesquita, loja de conveniência árabe e também muitos quitutes como doces e até mesmo um pequeno churrasco de quibe. Essa deixou o Kaka com inveja.

5 – Espaço dos Convidados
Os convidados da Loumar também tiveram seu espaço na Super Live. Vivi de Brasília, Família Barbeta de Salto/SP e a Débora de Salvador puderam falar um pouquinho da experiência de cada um com a agência iguaçuense. Débora até mostrou a sua tatuagem de amor por Foz.

6 – Lançamento do novo produto turístico
Durante a participação do guia Elmo, do Iguassu City Tour, ele revelou mais detalhes sobre o Circuito 3 Maravilhas. Uma espécie de transporte guiado pela Itaipu, Marco das 3 Fronteiras e Cataratas Brasil. O produto entra em pré-venda na promoção de R$ 139 por R$ 99.

7 – Cumprindo o desafio da tirolesa radical
Em algum momento da Super Live, o Kaka desafia o Otávio que estava no Blue Park para mostrar a estrutura do atrativo. O Otávio não foge da reta e aceita o desafio de descer a tirolesa radical e mostra tudo AO VIVO!

E depois dessa ainda ri da cara do perigo ostentando uma água de coco tropical… Vê se pode?

8 – Protocolos sanitários do Iguassu City Tour
O guia André Luiz mostrou pra gente como será o protocolo de segurança sanitária do passeio a bordo do red bus mais famoso da fronteira.

9 – Venda de hotel ao vivo
Durante o momento que o Josué mostrava o hotel Foz Plaza, um cliente efetuou a reserva fazendo o famoso sininho 🛎  🛎  🛎  tocar!

Quer assistir a live completa? Faz pipoca e dê o play:

https://youtu.be/DoE6dGKRM7o

« Página Anterior