Turismo em Foz do Iguaçu: 10 coisas para não fazer

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Se você vai fazer turismo em Foz do Iguaçu e ainda tem dúvidas sobre alguns assuntos sobre a cidade, nós preparamos para você um mini guia do que NÃO fazer aqui em Foz.

Clique aqui e faça parte de nossos grupos no WhatsApp

Acompanhe com a gente:

1 – Não alimente os Quatis das Cataratas quando estiver fazendo turismo em Foz do Iguacu

Se alguma vez você já esteve fazendo turismo em Foz ou visitando as Cataratas do Iguaçu, já deve ter visto os moradores locais do Parque Nacional do Iguaçu, caso ainda não conheça, ao chegar nas Cataratas você provavelmente vai avistar pequenos mamíferos de caudas longas que circulam por todo o parque, os Quatis.

Quati nas Cataratas do Iguaçu turismo em foz
Foto: Rafael Guimarães

 

Esses bichinhos de carinhas fofinhas, na verdade, costumam ser bastante agressivos na hora de “roubar” o seu lanche. Isso porque por muito tempo os quatis foram mantidos ali e alimentados pelos visitantes, que depois de um longo período foi proibido por causar sérios problemas de saúde aos animais por causa da ingestão de alimentos humanos que eram oferecidos a eles.

Por isso, ao visitar o parque não ofereça alimento aos quatis e tenha cuidado com seu na hora do lanche, porque um deles pode sair correndo com seu sanduíche! É sério! 

 

2 – Não desça na barranca dos rios

 

Foz do Iguaçu é banhada por dois grandes rios, o Rio Paraná e o Rio Iguaçu, dessa forma a cidade mantém duas beira rio, sendo a mais conhecida a do Rio Paraná que divide a fronteira com o Paraguai. Mas, ao contrário do que se pensa, as áreas que circundam o rio são pontos ainda inseguros para os visitantes.

Existem projetos de revitalização desses lugares mas que ainda não aconteceram, e por mais que seja tentador admirar a Ponte da Amizade de um outro ângulo, não recomendamos essa aventura pela sua segurança.

 

3 – Não vá ao Paraguai com carro particular

 

E já que citamos a Ponte da Amizade acima, outra dica bacana de nós loumarianos é a de não atravessar para o lado paraguaio da fronteira com seu carro particular. 

Primeiro, porque o trânsito paraguaio costuma ser bem caótico em dias de muito movimento, além do que deixar seu automóvel estacionado em qualquer lugar também não é nada seguro e como turista de primeira viagem é difícil distinguir que estacionamentos são ou não confiáveis. 

Por isso, sempre recomendamos o Leva e Traz da Loumar para compras no Paraguai, com ele você pode ir em segurança e conforto. 

 

4 – Não vá de roupa curta na mesquita Islâmica

 

Para visitas em templos muçulmanos existem várias regras impostas pela cultura e religião ocidental. Vestimentas são uma delas, aqui no Brasil temos o costume de passear com roupas leves e curtas, principalmente no verão escaldante de Foz do Iguaçu. 

Foto: Rafael Guimarães

Mas é importante se atentar à isso quando for realizar um tour por uma mesquita, aqui em Foz temos uma mesquita islâmica, que inclusive faz parte do roteiro do Iguassu City Tour Discovery, e para entrar no templo é preciso estar totalmente coberto, principalmente as mulheres que precisam ter os braços e cabelos cobertos.

 

Aqui e em diversos lugares onde se mantém uma visitação turística geralmente já estão preparados para receber os visitantes desavisados e existem vestimentas para essas pessoas poderem realizar o passeio sem transtornos. Mas, se puder, evite essa gafe! 

 

5 – Não jogue moeda nas Cataratas

 

Pois é, parece até estranho fazer essa recomendação em uma das Sete Maravilhas da Natureza mas assim como no caso dos quatis citados acima, durante muitos anos nas Cataratas havia uma tradição de jogar uma moeda seguida de um pedido na passarela da Garganta do Diabo, onde você pode avistar as quedas de perto.

Durante esses mais de 30 anos de parque, já foram retirados cerca de 330kg de moedas das rochas e pedras em época de seca do Rio Iguaçu. Biólogos do parque explicam que essas moedas com o tempo vão se decompondo e contaminando o rio com componentes como o níquel e o cobre.

Foto: Rafael Guimarães

 

Por isso é extremamente proibida a prática e por mais tentador que seja realizar um pedido naquele cenário mágico, preserve a natureza e as Cataratas. 

 

6 – Não chegue atrasado no Iguassu City Tour

 

Quem é que gosta de ficar esperando alguém ou algo? Pois bem, nos passeios turísticos, principalmente os agendados e guiados geralmente tem um roteiro com paradas e tempo para serem realizados. E não é diferente com o Iguassu City Tour.

O charmoso red bus de dois andares sai pontualmente da frente de um dos principais hotéis centrais de Foz, o Bogari. O roteiro leva cerca de 5h com 4 paradas, sendo uma delas de 30 min e a última no Marco das Três Fronteiras por cerca de 2h30. Ou seja, qualquer minuto é essencial para o fluxo do passeio.

Então sempre confirme o horário, o local de saída e se programe com seu deslocamento, leve seus ingressos e documentos pessoais, assim ninguém se atrasa e o André e o Elmo, nossos guias do City, ficam felizes!

 

7 – Turismo em Foz do Iguaçu: Não atravesse a Ponte da Amizade a pé

 

Temos mais uma dica para você que vai às compras no PY, evite atravessar a Ponte da Amizade a pé. Por mais que às vezes seja uma opção mais rápida, pode não ser nada seguro. 

turismo em foz: ponte da amizade
Foto: Rafael Guimarães

 

Infelizmente existe sim o risco de roubo e abordagens durante o trajeto de 1km que você fará atravessando a ponte, e se você estiver levando dinheiro em espécie para compras pode estar arriscando perder seu rico dinheirinho, e vamos combinar que o dólar não está nada barato para dar um vacilo desses! 

 

Conte com o nosso transporte para ir e voltar em segurança. 

 

8 – Não venha para Foz do Iguaçu sem RG

 

Essa dica nem precisava estar aqui, mas nunca é demais relembrar pontos importantes antes de sair de casa para viajar. O RG e passaporte são documentos oficiais importantes que devem estar com você em toda viagem.

Mesmo em viagens nacionais, para embarcar no avião ou ônibus ele será necessário, e na sua viagem de carro também caso seja abordado por policiais no caminho. E claro, sem RG e passaporte não entra no Paraguai. CNH não é considerado um documento válido no país vizinho e na Argentina o seu RG precisa ter menos de 10 anos de expedição. 

 

Ou seja, fique sempre esperto com seus documentos pessoais para não ter transtornos no meio da sua visita a Foz do Iguaçu.

 

9 – Não vá de shorts ao ICE BAR 

 

O Ice Bar é como assim diz, um bar de gelo, por isso fica meio óbvio pontuar que o ideal é ir bem coberto quando for realizar seu passeio. Com temperatura abaixo de zero, mesmo com os casacos e luvas específicas, ainda é bem gelado.

Dentro do bar você terá 30 minutos para usufruir do open bar, esse é o tempo máximo suportável para o nosso corpo, então imagine só isso tudo usando um short? 

 

10 – Não confie em guias de rua

 

E por fim, mas não menos importante, não confie em guias de rua. Por mais improvável que seja alguém que esteja ali disposto a ajudar, alguns guias são sim de má índole e podem ter parceria com criminosos da fronteira, aplicando golpes, roubos e em alguns casos sequestros.

Sempre verifique as informações e para não passar por situações como essas, contrate a Loumar para montar seu roteiro, agendar seus passeios e obter informações confiáveis com nossos especialistas. 

É isso, conte com a gente para tirar suas dúvidas! Aproveito para deixar o convite para seguir nossas redes sociais e acompanhar nosso Canal no Youtube com conteúdos exclusivos toda semana além de grandes lives promocionais.