TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE COMPRAS NO PARAGUAI

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someonePrint this page

image-2

Está pensando em fazer compras no Paraguai? Talvez você ainda tenha dúvidas sobre documentação, segurança e cotas na hora de planejar suas compras em Ciudad del Este, no Paraguai. Por isso, vamos esclarecer todas aqui. Assim você poderá fazer suas compras no Paraguai de forma tranquila e confiante de que conhece todas as informações e regras :)

Compras no Paraguai

Compras no Paraguai – Foto: Rafael Guimarães

Antes de mais nada, dê uma olhada nesses dois vídeos sobre compras no Paraguai que produzimos para o nosso canal do Youtube:

 

ONDE FICAM AS PRINCIPAIS LOJAS PARA COMPRAS NO PARAGUAI?
Em nosso Guia de Compras no Paraguai você irá encontrar um mapa com as principais lojas e shoppings de Ciudad del Este. Baixe em seu celular e use em sua próxima ida ao Paraguai.


O QUE SÃO ITENS DE USO PESSOAL?

A Receita Federal classifica itens de uso pessoal certos produtos que são indispensáveis para a sua viagem. Como celulares, equipamento fotográfico e outros. Esses itens geralmente não entram na cota, porém devem ser usados em sua permanência no destino internacional que estiver viajando.


QUAIS SÃO OS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS?
Vamos começar pelos documentos necessários. Fique atento pois, os documentos aceitos não são os mesmo que em Puerto Iguazú, na Argentina.

Embora a aduana paraguaia em Ciudad Del Este não faça controle de imigração efetivo, as regras de documentação existem. Você precisa estar de posse do seu passaporte (dentro da data de validade) ou RG que deve ter menos de 10 anos de emissão e ter sido expedido pela Secretaria de Segurança Pública (SSP). Atenção: não são aceitos identidade funcional, nem documento emitido por órgão militar.


DEVO LEVAR REAL OU DOLAR?
As lojas no Paraguai aceitam as duas moedas. Saque seu dinheiro com antecedência e no centro de Foz do Iguaçu. Saiba que por causa de Foz do Iguaçu ser uma cidade de fronteira, só é possível retirar R$ 2000 por dia nos caixas eletrônicos dos bancos. Valores mais altos que este deve ser solicitado na boca do caixa. Evite sacar nas proximidades da Ponte da Amizade. No centro da cidade é possível encontrar várias casas de câmbio caso queria levar seu dinheiro trocadinho.

Algumas delas são:

Scappini – Rua Jorge Sanwais, 791 – (45) 3523-1616
Atlas Câmbio – Av. das Cataratas, 1419 – (45) 3028-8089
Frontur Turismo (Cataratas JL Shopping) – Av. Costa e Silva, 185 – (45) 3027-6965

ATENÇÃO:

1 – Nos últimos anos, na tentativa de atrair o público que havia sumido com a alta do dólar, muitas lojas em Ciudad Del Este começaram a fazer promoções de “dólar congelado” mantendo a cotação da moeda americana abaixo da oficial para quem fosse pagar em reais. A cotação varia de loja para loja, mas em muitas tem valido a pena pagar em reais.

2 – Ao trocar reais por dólar, evite cédulas de US$ 100 cuja a série se inicie com as letras CB e finalizem com B2. Uma onda de notas falsificadas dessa série num passado não muito distante fizeram com que a maioria das lojas (por medo) simplesmente decretassem a não aceitação das mesmas.


QUAL É A DIFERENÇA ENTRE DÓLAR TURISMO E COMERCIAL?

A diferença é a taxa praticada pelo mercado de acordo com a operação. O dólar comercial é utilizado para grandes operações de importação e exportação. Já o dólar turismo é aquele que utilizamos quando vamos as compras no exterior.

Em Ciudad Del Este, boa parte dos produtos é vendida com preços em dólares, mas a cidade toda aceita reais, porém em cada caixa de loja existe uma cotação diferente entre dólar e real. Fique de olho e sempre pergunte a cotação antes de fazer o pagamento.

Dólar Compra: é o valor que a casa de câmbio irá cobrar se você vender dólar a eles.
Dólar Venda: é o valor que você irá pagar se comprar dólar de uma casa de câmbio.


E SE EU QUISER USAR CARTÃO DE CRÉDITO?

Se quiser usar o cartão de crédito internacional nas suas compras você pode, mas também não recomendamos, a maioria das lojas cobra uma taxa para pagamentos com o cartão de crédito que varia de 7 a 10% do valor da compra. Além da taxa IOF cobrada quando você faz compras no cartão de crédito fora do Brasil, que é de 7%. Não se esqueça que antes de usar o cartão você precisa realizar um comunicado de viagem ao exterior para o emissor do cartão de crédito.

Como se não bastasse, ainda é preciso lembrar que o valor da compra será cobrado em Guaranies, moeda oficial do Paraguai, transformada para dólar pela operadora do seu cartão e depois para reais, também pela operadora do seu cartão. O valor final será de acordo com o câmbio do dia no vencimento da sua fatura.


QUAL É A COTA PARA COMPRAS NO PARAGUAI?

  • Para quem entra no Paraguai pelo Brasil, via Ponte da Amizade ou qualquer outra forma terrestre: US$ 300.
  • Para quem embarca no aeroporto do Paraguai, em direção ao Brasil: US$ 500.

Quem embarca no aeroporto do Paraguai ainda tem uma cota extra de mais US$ 500 para compras no Free Shopping após o desembarque no Brasil, na área internacional dos aeroportos brasileiros.

Esse limite de compras é válido durante 30 dias. Passado esse prazo, você pode usar seu limite novamente no Paraguai.

A cota é pessoal e intransferível. Crianças e bebês de colo também tem direito a cota, porém devem ser ligadas às atividades de crianças.


CASO EU NÃO GASTE O TOTAL DA COTA EM UM DIA, POSSO GASTAR O RESTANTE DEPOIS?

Se você for parado na aduana e for cadastrado, acabou seu limite, independentemente de ter ou não usado a cota. Por isso, dica importante para quem viaja em casal:

Se estão viajando em duas ou mais pessoas, e pretendem voltar mais de uma vez ao Paraguai para fazer as compras, antes de embarcar na van no retorno, definam quem será o responsável pelas compras caso a receita pare a van.

Se pararem a van, apenas uma pessoa assume as compras e entrega seu documento deixando a a(s) outra(s) com o documento não cadastrado para voltar no dia seguinte. Se o agente solicitar o documento e você não for assumir nenhuma mercadoria, informe-o que não comprou nada e não entregue o documento.


E SE AS MINHAS COMPRAS PASSAREM DA COTA?

Se as suas compras ultrapassaram o limite da cota, será preciso pagar imposto de 50% sobre o excedente. Por exemplo, se você gastou US$ 400, será cobrado 50% sobre os US$ 100 (valor excedente os U$ 300) que ultrapassaram o limite, ou seja, US$ 50.

Para legalizar suas compras, até às 20h é possível fazer o registro e emitir a DARF para pagamento na aduana. O pagamento da DARF deve ser feito em casas lotéricas ou agências bancárias. Correntistas do Banco do Brasil podem pagar a DARF pelo aplicativo do próprio Banco e retirar os produtos na mesma hora.

Durante o horário bancário é possível também fazer o pagamento da DARF na própria aduana em dinheiro, pois lá funciona um “mini” Banco do Brasil.

Se você atravessar a ponte depois das 20h (alguns shopping ficam abertos até a noite, como o Shopping Paris), não será possível gerar a DARF e pagar o imposto, com isso a mercadoria fica retida pela receita federal.

Você pode voltar no outro dia para legalizar, mas é importante voltar o quanto antes, para evitar que eles enviem seu produto para outros setores da Receita.

Se você for parado na aduana da Ponte da Amizade e o discal solicitar o registro dos produtos na cota, você será taxado com 50% além do valor da cota. Então, o imposto será de 100% do que passar da cota de U$ 300.


SE EU PAGAR A DARF NA LOTÉRICA OU AGÊNCIAS BANCÁRIAS, COMO FAÇO PARA RETIRAR A MERCADORIA?

Se você fizer o pagamento da DARF no mesmo dia e apresentar na receita até o horário de fechamento (às 20h), conseguirá retirar a mercadoria na hora.


CRIANÇAS TAMBÉM TÊM COTA?

Crianças têm direito a cota (teoricamente apenas as com CPF, mas eles tem deixado passar mesmo sem CPF, desde que os produtos assumidos como “da criança” sejam compatíveis com o produtos infantis).  Exemplo: bebidas alcoólicas ou cigarro não podem entrar nessa cota.


POSSO REGULARIZAR AS MINHAS COMPRAS NO AEROPORTO?

Não, elas precisam ser feitas na aduana no dia da compra. No aeroporto não pode ser feita a regularização de bens, ficando sujeitos à aplicação da pena de perdimento. Tenha sempre com você os documentos fiscais (nota fiscal) que comprovem sua regularidade.


PARA QUE SERVE O APLICATIVO DA RECEITA FEDERAL?

No site da Receita Federal, você encontra disponível para download o aplicativo “Viajantes”. Nele não é possível fazer qualquer tipo de pagamento de impostos.

Estão disponíveis estes serviços:

– Preencher e enviar a Declaração Eletrônica de Bens de Viajante (e-DBV). O preenchimento pode ser feito off-line, mas a conexão com a internet será necessária no momento de transmitir a declaração.

– Consultar a situação da e-DBV entregue.

– Assistir a vídeos informativos.

– Consultar o serviço de Perguntas e Respostas, com diversas questões relevantes respondidas.

(informação retirada do site da Receita Federal pelo link: http://idg.receita.fazenda.gov.br/programas-para-download/dispositivos-moveis/app-viajantes).


O PARAGUAI É UM LUGAR SEGURO PARA COMPRAS?

Se você atravessar a ponte em transportes credenciados, como o Leva & Traz da Loumar, sim. Nas proximidades da ponte existem muitos carros e vans (em sua maioria com placas paraguaias) oferecendo carona e/ou transporte a preços relativamente baixos. Mas existem relatos de pessoas que utilizaram e foram assaltadas assim que chegaram em solo paraguaio.

O transporte Leva & Traz da Loumar tem horários disponíveis de manhã e a tarde, para você fazer suas compras no Paraguai com tranquilidade. Além disso, conte com o nosso ponto de atendimento dentro do Shopping Del Este no Paraguai.

IDA:
8h – 9h – 10h – 13h30 – 15h

VOLTA:
12h – 14h30 – 16h – 20h*

*Aproveite o retorno das 20h para conhecer os atrativos do Shopping Paris, como o Museu 3D e o Snowpark. Os ingressos não estão inclusos, consulte os preços com nossos especialistas.


O QUE PODE SER TRAZIDO, MAS HÁ LIMITAÇÃO PARA ENTRAR NA COTA DE ISENÇÃO?

-Bebida alcoólicas: 12 litros (No entanto, a legislação da ANAC permite o transporte, como bagagem de mão, de no máximo 5 volumes de até 1 litro cada, sendo que o restante deverá ser despachado pela companhia aérea).
-Cigarros estrangeiros: 10 maços.
-Charutos ou cigarrilhas: 25 unidades.
-Fumo: 250 gramas.
-Bens com valor até US$ 10, até 20 unidades. No máximo 10 und idênticos.
-Bens com valor acima de US$ 10, até 20 unidades. No máximo 3 und idênticos.


O QUE PODE SER TRAZIDO E NÃO PRECISA PAGAR IMPOSTO?

-Livros, folhetos e jornais, sem restrições de quantidade.
-Itens de consumo pessoal desde que usamos e compatíveis com as circunstância e duração da viagem. Ex.: 1 relógio, 1 máquina fotográfica, 1 telefone celular (filmadoras, computadores e tablets não são isentos).

_

Ufa, quantas informações. Mas se ainda sim alguma dúvida ficou de fora, deixe nos comentários que te responderemos. Tudo o que descrevemos acima é super importante para garantir uma compra segura no Paraguai.

Quer falar com um de nossos especialistas para compras no Paraguai? Nos adicione no WhatsApp!

Ah, uma última dica! Dentro das nossas vans Leva & Traz você encontra o Guia de Compras do Paraguai, com essas informações acima, sugestões de lugares para almoçar e também um mapa com as principais lojas.

canal-youtube-loumar